sábado, 1 de julho de 2017

"ADEUS,MENINOS " - Um Clássico do Cinema Francês , do Diretor Louis Malle (Produção : França ,1987)

1-  O DIRETOR :
   
   LOUIS MALLE ( 1935-1995),que estudou muito e se formou em Ciências Políticas pela Universidade de Sorbonne, em Paris, foi um dos integrantes do grupo de cineastas que capitaneou a "Nouvelle Vague" francesa, que teve seu auge com  outros famosos Diretores da época ,tais como : FRANCOIS TRUFFAUT ( 1932-1984), JEAN LUC GODDARD( 1930- ); CLAUDE CHABROL ( 1930-2010); e JACQUES RIVETTE( nasceu em 1928 e faleceu em 29 de janeiro de  2016).
Nascido na cidade de Thumeries,no norte da França,era oriundo de uma família rica,de industriais que produziam açúcar. Viveu portanto no âmbito da Burguesia Francesa e cresceu em meio à ocupação da França pelos Alemães do nefasto ditador Adolf Hitler (Alemanha nazista),durante o período anterior e até a Segunda Grande Guerra Mundial (1939-1945). Ele mesmo esteve em internatos católicos, experiência esta que evocaria neste seu filme "ADEUS, MENINOS" , de 1987.

2-FILMOGRAFIA :

  Entre e os seus filmes mais conhecidos estão : "O Mundo do Silêncio (1956); "Vida Privada" (1962); "Trinta Anos Esta Noite"( 1963); "Viva Maria" (1965); "O Ladrão Aventureiro"( 1967); "Calcutá "(1969) ;"Close Up" (1976); "Menina Bonita (Pretty Baby de 1978); Adeus, Meninos(1987) , e "Perdas e Danos " de 1993.

3-RESUMO DO FILME "ADEUS,MENINOS " 

   Durante o período da Segunda Guerra,na França ocupada pelos Alemães Nazistas,o jovem JULIEN despede-se de sua mãe, com quem passou o Natal, para retornar às aulas no Internato Católico situado no interior da França,na companhia de seu irmão. Nesta escola ,a chegada de três novos alunos,entre os quais JEAN BONNET, desperta em JULIEN um misto de atração e vontade de competição.A curiosidade de JULIEN capta as diferenças de hábitos de BONNET e ele acaba descobrindo a origem judaica do colega novato. Após a expulsão de JOSEPH, o ajudante de cozinha acusado de roubar e traficar alimentos,a escola é invadida pela GESTAPO (Polícia Alemã),e os judeus, que estavam sob a proteção do Padre chefe do Internato, são capturados e enviados para a morte em um campo de concentração dos nazistas
A escolha de dois atores mirins desconhecidos na época e a expressividade afetiva que o já experimentado Diretor Louis Malle consegue obter deles, fortaleceu o pacto de compartilhamento público com o drama. Outra grande qualidade do filme é não forçar o sentimentalismo barato,deixando as situações se acumularem,sem apelar para rupturas de tom.

Um exemplo da eficácia da contenção encontra-se no "retrato nuançado" que Louis Malle faz dos nazistas em seu filme. Com exceção do cruel chefe da Gestapo que interrompe a aula, os personagens alemães mostrados no filme não se revelam tão ameaçadores.  Já os personagens franceses do filme,que colaboram com os alemães invasores, se mostram muito mais traiçoeiros, agindo como "dedos-duros" e se aproveitando da situação. Como, aliás, ocorreu em outros locais onde as tropas de Hitler invadiram na Europa, entre os anos de 1939 a 1945. 

O filme "Adeus,Meninos" de Louis Malle, em vez de forçar o telespectador às lágrimas e ao desespero, como acontece com o filme Chantagista conhecido de todos denominado de "O Menino do Pijama Listrado" de 2008, o filme de Malle,ao contrário funciona em outro nível,muito mais profundo,onde a lucidez provoca muito mais efeitos do que a dor"

4- CURIOSIDADES SOBRE O DIRETOR E SEUS FILMES :

    Muitos dos filmes de Louis Malle ficaram conhecidos muito mais pelos atores que neles aparecem do que propriamente por ser Louis Malle o Diretor, já muito famoso na Europa, porém pouco conhecido mundialmente ,por causa da distribuição de filmes que é predominantemente dominada pelos Americanos do Norte. 
Contudo,como muitos atores de seus filmes são conhecidos mundialmente,então seus filmes acabaram por se tornar filmes "Cults" ou mesmo de sucesso comercial,como foi "Perdas e Danos",que trouxe no elenco os famosos Jeremy Irons (inglês) e atriz Juliette Binoche(francesa).  Isto sem contar o antológico filme "Viva Maria" com Brigitte Bardott (francesa)  e Cláudia Cardinale (tunisiana,porém conhecida com Atriz Italiana),ambas bem famosas à época, e lembradas por cinéfilos de todo o mundo até hoje. Dirigiu também Brooke Shields e Keith Carradine em "Menina Bonita"(Pretty Baby ),com produção Americana do Norte. E não podemos nos esquecer do "Ladrão Aventureiro",com o impagável ator francês Jean Paul Belmondo.
Durante certo tempo,entre os anos de 1980 a 1995,quando faleceu, ele foi casado com a atriz americana Candice Bergen,conhecida de filmes como "Ghandi",no qual faz o papel de uma jornalista, e em seriados americanos para a TV. Louis Malle faleceu em 23 de novembro de 1995. Ele nos deixou um legado de bons filmes. Desses filmes que nos fazem pensar e que nos ensinam alguma coisa a mais. Diferentemente de certos filmes comerciais americanos,que são só para passar o tempo .  
O filme " Adeus,Meninos"  foi indicado ,na premiação do Oscar de 1988, em Hollywood (USA),para o prêmio de Melhor Filme Estrangeiro. Entre outras indicações. E também para o Leão de Ouro,de 1987, em Veneza (Itália), no qual se saiu vencedor. E foi indicado ao  Globo de Ouro (USA),entre outros.

5- FICHA TÉCNICA DO FILME :

Filme : "ADEUS,MENINOS" de 1987.
Produtor: O próprio Louis Malle :
Diretor do Filme : Louis Malle;
Roteiro: do próprio Louis Malle;
Fotografia : Renato Berta;
Personagens e atores Principais:  JULIEN : Gaspard Manesse: JEAN BONNET : Raphael Fejto; SRA. QUENTIN: Francine Racette : JOSEPH : Francois Négret ; PADRE MICHAEL : Francois Berléand; SRTA DAVENNE : Irène Jacob; PADRE JEAN: Philippe Morier-Genoud; FRANCOIS QUENTIN: Stanislas Carré de Malberg .
MONTAGEM Emmanuelle Castro.
FIGURINO : Corrine Jorry.
Direção de Arte: Willy Holt.
 Estreia do filme na Europa: Outubro de 1987,na França.
Estreia no Brasil: junho de 1988.
..........................................................
P.S. Este é um dos filmes em DVD que fazem parte de minha coleção !
Compilação dos Dados e Pesquisa de Antônio Luiz Gomes.
Reedição : 1º de  julho de 2017.